Páginas

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2022

Árvores-denúncias Ano 2022

 



Árvores-denúncias

Ano 2022

Página para denúncia de extrações, podas ou maus-tratos

 às árvores de Campinas.

Somos do Movimento Resgate Cambuí e defendemos e cuidamos das árvores do Cambuí.Temos 4 inventários quali-quantitativo do bairro Cambuí.

Também somos conselheiros no COMDEMA , no CONGEAPA, CMDU e PCJ.

Essa página é sobre denúncias de extrações, podas ou mal tratos em árvores no Cambuí e também em outros locais.Abrange também notificações aos órgãos públicos de árvores em risco de quedas.

Solicitamos informações de cada uma dessas denúncias,através da Lei de Acasso à Informação (LAI) pelo site da prefeitura.QUESTIONE,OPINE, USE SEU PODER DE CIDADÃO.


DENUNCIE no email : info@resgatecambui.org.br


Vejam também: PODAS DRÁSTICAS EM CAMPINAS! 

https://blog.individuoacao.org.br/2022/06/podas-drasticas-em-campinas.html

Árvores-denúncias Ano 2022 

https://blog.individuoacao.org.br/2022/02/arvores-denuncias-ano-2022.html

Árvores-denúncias Ano 2021 

https://blog.individuoacao.org.br/2021/02/arvores-denuncias-ano-2021-pagina-para.html


-Denúncia 28/12/22

Árvore cai sobre um carro ao lado do bosque e acaba matando uma pessoa.


Prefeitura cita ventos ,chuvas , fatalidade e raízes superficiais...mas técnicos desconfiam que foram retiradas/danificadas as raízes quando da instalação do gradil que cerca o bosque.

Nesse caso não existe fatalidade....existe falta de estudos e de cuidados.Vejam documento que cita vistoria e procedimento de conservação periódica, em 2016:




Mata do bosque é patrimônio tombado
A principal preocupação do Condepacc, que acompanha a elaboração do projeto de revitalização, é em relação à “saúde” da área verde, que é tombada como patrimônio natural da cidade. 

https://correio.rac.com.br/bosque-e-o-proximo-a-ser-revitalizado-1.926778


RESOLUÇÃO Nº 13 DE 02 DE SETEMBRO DE 1993

Artigo 1º - Fica tombado "ex-officio" o Bosque dos Jequitibás, bem de interesse ambiental, com área de 101.000 m², situado no centro da cidade de Campinas (22º 55' S, 47º 03' W),




https://bibliotecajuridica.campinas.sp.gov.br/index/visualizaratualizada/id/91237


LEI Nº 5.885 DE 17 DEZEMBRO DE 1987

DISPÕE SOBRE A PROTEÇÃO E PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO, ARTÍSTICO, ESTÉTICO, ARQUITETÔNICO, ARQUEOLÓGICO, DOCUMENTAL E AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE CAMPINAS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS

Art. 1º O Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico e Artístico de Campinas, criado pela Lei nº 4886, de 14 de maio de 1979, passa a denominar-se Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas e a reger-se pelas disposições constantes da presente Lei. 

Art. 2º Compete ao Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas:
I - definir a política municipal de defesa e proteção do patrimônio cultural, compreendendo o histórico, artístico, estético, arquitetônico, arqueológico, documental e ambiental do Município;
II - coordenar, integrar e executar as atividades públicas referentes a essa política;
III - proceder a estudos para elaboração e aperfeiçoamento de recursos institucionais e legais, genéricos ou específicos, para os fins dessa política;
IV - sugerir aos poderes públicos estadual ou federal medidas para cumprimento das exigências decorrentes da execução dessa política, inclusive a modificação da legislação em vigor;

Art. 12 Compete à Coordenadoria do Patrimônio Cultural:

IV - fiscalizar e supervisionar todos os serviços necessários à conservação e restauração de bens culturais do Município.

Art. 15 Os bens tombados não poderão ser destruídos, dissolvidos, mutilados ou alterados, nem reparados, pintados ou restaurados sem prévia autorização do Conselho, sob pena de multa, a ser imposta pelo mesmo, equivalente a até 50% (cinquenta por cento), do seu valor, neste incluído o do terreno, se for o caso, sem prejuízo de outras sanções a que o infrator esteja sujeito.

Art. 18 Os bens tombados ficam sujeitos à inspeção periódica do Conselho.

https://bibliotecajuridica.campinas.sp.gov.br/index/visualizaratualizada/id/89679







Página site prefeitura zoneamento Campinas






Atenção: Imóvel identificado no cadastro como patrimônio público.

Situação do Imóvel: Tombado - Bem Ambiental
Processo: Nº 03/93 - Bosque dos Jequitibás e Processo Nº 09907/69 do Condephaat
Resolução: Nº 13/93
Preservação:
Grau de proteção:
Informações: Qualquer intervenção deverá ter seu projeto previamente analisado e aprovado pelo CONDEPACC. Providenciar Ficha Informativa da CSPC/CONDEPACC na Coordenadoria Setorial do Patrimônio Cultural da Secretaria Municipal de Cultura.

Situação do ImóvelBem Tombado - CONDEPHAAT -
Processo: Nº 09907/69 - Bosque dos Jequitibás
Resolução: Nº 09/70
Informações: Qualquer intervenção no bem tombado deverá ter seu projeto previamente analisado e aprovado pelo CONDEPHAAT.

https://zoneamento.campinas.sp.gov.br/






-Fotos de hoje , trágico:









Como estavam as raizes


Raizes apenas de um lado......



Engenheiro florestal diz que poda de raiz pode ter causado queda de árvore que matou motorista em Campinas

As raízes laterais dela parecem que foramcortadas para a confecção da calçada e da via. Esse corte no passado afetou o equilíbrio/estabilidade dela. Com o tempo, pode ter havido o apodrecimento dessa região podada, que foi coberta com o asfalto,cimento e o calçamento. Agora, com as chuvas, ela se desestabilizou mais. Sem raízes adequadas para se sustentar e equilibrar”,disse Jose Hamilton Aguirre Junior- Engenheiro agronomo e florestal e mestre em arborizacao urbana.

https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/Engenheiro-florestal-diz-que-poda-de-raiz-pode-ter-causado-queda-de-arvore-que-matou-motorista-em-Campinas-20221228-0024.html





-Como estava a árvore







E como deveria estar






-Fotos em 29/12/22
Vejam como o gradil encosta na árvore,e o gradil tem uma mureta de concreto para dar suporte ao gradil.Se não cortaram as raízes, como diz o Paulela, o que foi feito com elas quando da execução do gradil???








-Fotos google mostram as raízes encostadas na base de concreto do gradil...não foram cortadas? Foram colocadas aonde??




Solicitação de informação do Gradil:

Prot 51/23

Pela lei de acesso a informação solicito o que segue:

Sobre o gradil que cerca o bosque dos jequitibás solicito:

1-Número e dados da licitação (edital, memorial descritivo, etc...)

2-Aprovação do projeto de instalação do gradil mpelo Condepacc.

Caso não seja esse o canal para esse pedido, solicito que me passem os números dos protocolos para que eu possa pedir pelo SEI. 



-Carta jornal Correio Popular em 30/12/22

 

-Analise de Risco Figueira Bosque Jequitibas

Risco estimado: 15 - Alto risco 

https://drive.google.com/file/d/10YHT1J6CbXIsilfrSFvBjRbYFvoseQh2/view





-Podas dia 3/1/23
Fotos Gisele Pereira
obs nossa- com certeza isso deveria ter sido feito anteriormente ,assim como a avaliação das árvores .Trabalhar depois de ter sido causada uma morte é bem complicado.







3-1-23

EMDEC bloqueia Gen Marcondes Salgado em dias chuvosos


Segundo a Emdec, a operação tem o intuito de resguardar a segurança dos motoristas na região do Bosque em períodos chuvosos, e ela será adotada pelo menos até a conclusão dos estudos técnicos realizados pela Prefeitura de Campinas sobre a situação das árvores na região.
As medidas ocorrem na semana seguinte à queda de uma árvore de 35 metros do Bosque em cima de um carro. O motorista, de 36 anos, morreu no local. Dias depois uma outra árvore do Bosque caiu, mas desta vez na rua Pedro Álvares Cabral.


https://portalcbncampinas.com.br/2023/01/emdec-bloqueara-gen-marcondes-salgado-em-dias-chuvosos/





Campinas terá faixa reversível em trecho da Rua Coronel Quirino

A Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) anunciou nesta terça-feira (3) que está adotando uma operação de faixa reversível em trecho da Rua Coronel Quirino. A Rua General Marcondes Salgado está bloqueada para circulação. Segundo a Prefeitura de Campinas, o intuito é de resguardar a segurança dos condutores na região do Bosque dos Jequitibás em períodos chuvosos.

https://correio.rac.com.br/campinasermc/campinas-tera-faixa-reversivel-em-trecho-da-rua-coronel-quirino-1.1327381


-Podas dia 4/1/23

Campinas inicia poda preventiva das copas de árvores do Bosque








Campinas iniciou nesta terça-feira (3) uma operação de poda das copas de árvores que ficam nos limites externos do Bosque dos Jequitibás e também um estudo especial das condições de toda a mata. As medidas são preventivas e decorrem da queda de três árvores do Bosque na última semana do ano, uma delas atingiu um carro que trafegava no local, matando o motorista do veículo.

O Bosque dos Jequitibás permanece fechado durante a realização dos trabalhos de poda e inspeção das árvores.



A poda está sendo realizada em todas as árvores que ficam rentes ao alambrado que cerca o Bosque e projetam galhos da copa sobre as vias nas laterais do local. A medida visa reduzir o peso das árvores. “Com o solo muito saturado pela água, chovendo todo dia, quanto mais peso houver maior é o risco de queda. É uma medida preventiva”, afirma o secretário municipal de Serviços Públicos, Ernesto Paulella.

Paralelo às podas, uma “inspeção ocular” está esquadrinhando o Bosque dos Jequitibás para avaliar as condições de todas as árvores do fragmento de mata. Segundo Paulella, uma equipe de cinco técnicos da pasta - quatro engenheiros agrônomos e um florestal - estão realizando um “pente fino” na área. “Dividimos o perímetro do Bosque em quartis e estamos fazendo a verificação mais precisa das condições de cada árvore”, explica Paulella.

O secretário reforça que as árvores do Bosque dos Jequitibás e de outras áreas verdes de Campinas passam por inspeções rotineiras para verificação da saúde das espécies e condições gerais de segurança. São quatro avaliações anuais, a cada três meses em média. “Mas podemos fazer até mais vezes, quando necessário”, diz Paulella.

https://correio.rac.com.br/campinasermc/campinas-inicia-poda-preventiva-das-copas-de-arvores-do-bosque-1.1327575?_gl=1*ki5fly*_ga*d2d3cDlKZmFWVVB6WDRqazc3ZXp0S0dMRHVOaFNpVUxrTF8xaVUwZVVRNW5YcHRIX1BOLUJMQmJHazh2UVR0aw



-Podas dia 4/1/23

Fotos Gisele Pereira







Vídeo do pessoal que defende o Piçarrão

Poda bosque pela MB e DPJ 4/1/23

https://www.youtube.com/shorts/bOTrUiETT3o





-Notícias:

Homem morre após árvore desabar sobre carro e casas na Rua Marcondes Salgado

A Prefeitura de Campinas informou que faz um monitoramento constante das árvores e que essa, aparentemente, estava saudável e a situação dos imóveis atingidos está sendo analisada pela administração municipal, através de uma perícia e um laudo por uma junta de engenheiros agrônomos e florestais do Departamento de Parques e Jardins.

https://portalcbncampinas.com.br/2022/12/arvore-do-bosque-despenca-em-cima-de-casas-e-carro/

-Queda de árvore do Bosque dos Jequitibás deixa um morto em Campinas

A Prefeitura de Campinas informou que a Secretaria Municipal de Serviços Públicos já iniciou uma apuração sobre o incidente. “O excesso de chuva nas últimas horas, que encharcou o solo, rajadas de vento e a característica de ser uma árvore silvestre com raízes superficiais podem ter causado a queda”, afirmou a administração.

“Aparentemente, em uma análise inicial que a equipe técnica realizou, a árvore estava saudável, sem sinais visíveis de doenças. Mas será realizada uma perícia e um laudo por uma junta de engenheiros agrônomos e florestais do Departamento de Parques e Jardins”, explicou o secretário de Serviços Públicos Ernesto Paulella, em nota divulgada pela prefeitura. “Em uma avaliação preliminar do corpo técnico, e pelas características encontradas, parece ter sido uma fatalidade, infelizmente”, diz.

Ainda segundo o secretário, uma junção de fatores deverá explicar o que ocorreu, como o registro de cerca de 100 milímetros de chuva acumulada em 24 horas em Campinas que encharcou o solo, as rachadas de vento no horário da queda e as raízes superficiais da árvore de grande porte.

https://liberal.com.br/cidades/regiao/queda-de-arvore-do-bosque-dos-jequitibas-deixa-um-morto-em-campinas-1885647/


Tragédia em Campinas: queda de árvore mata homem ao lado do Bosque dos Jequitibás

https://horacampinas.com.br/tragedia-em-campinas-queda-de-arvore-mata-homem-ao-lado-do-bosque-dos-jequitibas/

Homem morre após queda de árvore de grande porte em Campinas

https://correio.rac.com.br/campinasermc/homem-morre-apos-queda-de-arvore-de-grande-porte-em-campinas-1.1325237





Amostras de árvore gigante serão analisadas para apurar queda que matou motorista em Campinas

O secretário de Serviços Públicos de Campinas, Ernesto Paulella,
disse ontem que a queda da árvore, uma figueira branca, foi provocada pelo vento e pela grande quantidade de chuva...

Ele diz ainda que muitas pessoas comentaram com a família que quedas de árvores são comuns na região do Bosque.

"É uma coisa que já foi falada anteriormente...para a Prefeitura tomar providência. Tem que ter uma certa vistoria em relação a isso. Hoje caiu essa... no meu irmão. Mas outra pode cairem outra família. Alguma coisa tem que ser feita", disse.

https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/Amostras-de-arvore-gigante-serao-analisadas-para-apurar-queda-que-matou-motorista-em-Campinas-20221229-0003.html





Irmão de motorista morto por queda de árvore gigante em Campinas pede vistoria: 'estou destruído'

Ele diz ainda que muitas pessoas comentaram com a família que quedas de árvores são comuns na região do Bosque.
"É uma coisa que já foi falada anteriormente... para a Prefeitura tomar providência. Tem que ter uma certa vistoria em relação a isso. Hoje caiu essa... no meu irmão. Mas outra pode cair em outra família. Alguma coisa tem que ser feita", disse.
https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/Irmao-de-motorista-morto-por-queda-de-arvore-gigante-em-Campinas-pede-vistoria-estou-destruido-20221229-0004.html



Prefeitura de Campinas vai investigar motivos da queda de árvore
29/12/22

Inicialmente, a prefeitura disse que o solo encharcado pelo excesso de chuva, rajadas de vento e características da árvore apontam como as possíveis causas da ocorrência.

Em entrevista à CBN Campinas na manhã desta quarta-feira, o Prefeito de Campinas, Dário Saadi, disse que a administração faz um monitoramento das árvores e que essa, aparentemente, estava saudável.

Além de atingir o carro, os galhos atingiram três casas, sendo uma com mais gravidade. Dario comentou que tudo será analisado pela prefeitura.

Segundo a prefeitura, será realizada uma perícia e um laudo por uma junta de engenheiros agrônomos e florestais do Departamento de Parques e Jardins 

Recentemente outras árvores caíram na parte interna do Bosque dos Jequitibás, também em função das chuvas. Na ocasião, o local foi fechado por alguns dias para a visitação até que elas fossem retiradas e as vias internas, liberadas.

https://portalcbncampinas.com.br/2022/12/prefeitura-de-campinas-vai-investigar-motivos-da-queda-de-arvore-que-provocou-morte-de-motorista/


Prefeitura de Campinas diz que fez vistoria em árvores do Bosque há 6 meses e não há riscos de outra queda

Paulella afirma que as revisões no fragmento de mata do Bosque são feitas periodicamente e que a árvore que caiu não apresentava risco.

"Nós fazemos periodicamente revisões einvestigações, em especial no Bosque dosJequitibás. Há cerca de seis meses cortamosum jequitibá dentro da mata, que estavainclinando e com perigo de queda. Esta árvoreespecificamente, a figueira branca (que caiu),não apresentava (risco de queda). A gentesempre estava olhando, era uma árvoreexuberante no meio da mata. Não haviaqualquer indício", disse ele.

https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/Prefeitura-de-Campinas-diz-que-fez-vistoria-em-arvores-do-Bosque-ha-6-meses-e-nao-ha-riscos-de-outra-queda-20221229-0011.html


Prefeitura de Campinas diz que fez vistoria em árvores do Bosque há 6 meses e não há riscos de outra queda

29/12/22

 

O secretário de Servicos Publicos , Ernesto Paulella , afirmou que a prefeitura de Campinas fez uma vistoria nas árvores do Bosque dos Jequitibás há seis meses e que não há, no momento, outro risco de queda. Uma das árvores, uma figueira branca de 35 metros, caiu ontem em um veículo, durante uma tempestade, matando um motorista de 36 anos .

https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/Prefeitura-de-Campinas-diz-que-fez-vistoria-em-arvores-do-Bosque-ha-6-meses-e-nao-ha-riscos-de-outra-queda-20221229-0011.html

 

Dois dias depois, segunda árvore de grande porte cai no Bosque, em Campinas

30/12/22

https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/Dois-dias-depois-segunda-arvore-de-grande-porte-cai-no-Bosque-em-Campinas-20221230-0004.html


Pedido de informacao LAI 57/2023:

Pela lei de acesso a informação solicito o que segue:

Em 28/12/22 o secretário de Servicos Publicos , Ernesto Paulella , afirmou que a prefeitura de Campinas fez uma vistoria nas árvores do Bosque dos Jequitibás há seis meses e que não há, no momento, outro risco de queda. https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/Prefeitura-de-Campinas-diz-que-fez-vistoria-em-arvores-do-Bosque-ha-6-meses-e-nao-ha-riscos-de-outra-queda-20221229-0011.html

Mas dois dias depois (30/12/22) caíram mais duas arvores no bosque.

https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/Dois-dias-depois-segunda-arvore-de-grande-porte-cai-no-Bosque-em-Campinas-20221230-0004.html

 

Solicito:

1-Relatorio da vistoria realizada há 6 meses onde consta que não haveria outro risco de queda

2-Quem foi o funcionário responsável pela vistoria

3-Quais equipamentos e analises foram utilizados nessa vistoria

4-Foram vistoriadas todas as arvores do bosque?

5-Qual a quantidade, espécies e estado fitossanitário das arvores do bosque?



Prot LAI 1095/22

Pela lei de acesso a informação solicito o que segue:

Conforme noticiado ( https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/Prefeitura-de-Campinas-diz-que-fez-vistoria-em-arvores-do-Bosque-ha-6-meses-e-nao-ha-riscos-de-outra-queda-20221229-0011.html ), periodicamente são feitas vistorias na árvores do bosque do Jequitibás e a árvore que caiu dia 28/12/22 não apresentava risco.

Solicito as documentações (estudos, laudos, resultados,etc...) das vistorias realizadas nos últimos 5 anos. 


Pedimos LAI também sobre as podas:
Prot 4/23

Pela lei de acesso a informação exponho e solicito o que segue

 Hoje (4/1/23) estão podando todas as árvores do bosque na rua Gen Marcondes Salgado.

Solicito:

1-Laudos  com cadastramento das árvores, identificação das espécies, tomada de medidas, registros fotográficos, avaliação do estado fitossanitário, parecer sobre a necessidade das podas e/ou algum outro tipo de manejo.Ou ainda se oferecem risco ao patrimônio ou às pessoas.   

2-Ordem de serviço para a licitada

3-Nome de responsável técnico que acompanha o serviço de podas

4-Destino do material resultante das podas, assim como o comprovante de recebimento e da pesagem 


O bosque é um patrimônio tombado pelo condepacc e pelo Condephaat

O bosque é um patrimônio tombado, e portanto precisa da autorização do Condepacc para qualquer intervenção.


Sobre isso solicitamos informações:

Prot 52/23

Pela lei de acesso à informação exponho e solicito o que segue:

Exponho:

A secretaria de serviços públicos noticiou em 3/1/23 o início das podas das árvores do bosque dos jequitibás-link https://portal.campinas.sp.gov.br/noticia/47044

Sendo o bosque um patrimônio tombado ,é obrigatório que o responsável pela administração do bosque solicite orientação e análise dos técnicos da CSPC e também de autorização do Condepacc conforme doc no anexo 1, para podas e cortes de árvores.

Solicito:

A documentação emitida tanto pelos técnicos da CSPC quanto do Condepacc para que essas podas pudessem ser iniciadas.



Tambem queremos saber como foi a licitação do gradil que passa encostado na árvore:

Prot 51/23

Pela lei de acesso a informação solicito o que segue:

Sobre o gradil que cerca o bosque dos jequitibás solicito:

1-Número e dados da licitação (edital, memorial descritivo, etc...)

2-Aprovação do projeto de instalação do gradil mpelo Condepacc.

Caso não seja esse o canal para esse pedido, solicito que me passem os números dos protocolos para que eu possa pedir pelo SEI. 

                   







-Vídeos

O passageiro faleceu - noticia-https://portalcbncampinas.com.br/2022/12/arvore-do-bosque-despenca-em-cima-de-casas-e-carro/

https://www.youtube.com/watch?v=4zl1Epp5YNI



ATENÇÃO caiu outra no mesmo dia numa escola, coincidência que também tinha o alambrado...provávelmente a árvore teve também suas raízes cortadas quando fizeram o alambrado e agora acabou caindo.
De novo aqui a responsabilidade da prefeitura é total...não cuida, não mantem,não faz levantamento do que existe de árvore em Campinas e qual estado das árvores...





https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2022/12/28/arvore-cai-e-derruba-alambrado-de-escola-de-educacao-infantil-em-campinas.ghtml



Família e outras pessoas comentam que sempre caem árvores no bosque , já foram pedidas vistorias e providências.Alguma coisa tem que ser feita. Prefeitura -Paulela-disse que não recebeu nenhuma reclamação sobre esse assunto....fala das raízes e vento e chuvas que causaram a queda dessa árvore.....Não falou sobre oa cortes nas raízes quando a avenida foi aberta, quando executaram a calçada e quando foi feito o gradil com suporte de mureta concretada .
https://www.youtube.com/watch?v=QMuogvhLndg


Relato da situação do local no dia seguinte à queda da árvore que matou uma pessoa.
https://www.youtube.com/watch?v=8I_QOpkl3Kk




Não foi fatalidade, foi descaso e falta de manutenção.

Nem foi por causa do vento...

Foi muito provavelmente por causa das raízes https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/Engenheiro-florestal-diz-que-poda-de-raiz-pode-ter-causado-queda-de-arvore-que-matou-motorista-em-Campinas-20221228-0024.html

https://www.youtube.com/watch?v=728WB2psgCo







prefeitura quer mostra trabalho e está acabando com as outras árvores.Mas não adianta, o erro está feito, não fez a manutenção necessária para a árvore não ter caído.

-Denúncia 28 -dia 21/8/22

Podas detonadoras e sem necessidade na av Júlio de Mesquita em frente ao Colégio Progresso.

Confira todas as fotos na postagem do Movimento Resgate Cambuí:

https://www.facebook.com/171668412897106/posts/pfbid02Zo7XGJcTfiBB8qDLZt1zDuevoymzsuQK1MaUshb2nU5R6fRqvDfpjdWzaiRCT1Afl/?sfnsn=wiwspmo







Protocolo lei de acesso á informação n.766/2022

Pela lei de acesso á informação exponho e solicito o que segue:

Várias árvores foram podadas em demasia em frente ao Colégio Progresso, na avenida Júlio de Mesquita no Cambuí.

Algumas fotos foram anexadas pois não cabiam todas as que recebemos.

Solicito:

1-Os laudos e autorizações dessas podas.

2-A comprovação da necessidade de extração de galhos sem necessidade pois não se encontravam junto à fiação.

3-Quem será responsabilizado por mais esses atos insanos. 

Obrigada 


-Denúncia 27 -dia 19/8/22

Arvore cai na estrada em frente a Hipica Dia 19/8/22 Comentario de tecnico da area: Essas árvores ficaram sem canteiros por muitos anos. Foram abertos buracos mínimos e depois abriram os canteiros... Muitas estavam completamente aneladas... Em toda a extensão da via... Principalmente perto do parque ecológico. Arvore Pau Ferro. Anotem isso: Árvores não caem... Se houver cuidado... Se houver planejamento... Se houver inventário quali-quantitativo... Árvores caem pelo desprezo ... Pela falta de cuidado... Pela omissão dos órgãos competentes... Pela falta de planejamento... Pelo desconhecimento técnico... Pelos maus-tratos ... http://blog.individuoacao.org.br/2015/01/queda-de-arvore-e-o-fim-da-linha-do.html Materia Cidadeon Queda de árvore bloqueia Rodovia Heitor Penteado, em Campinas https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/Queda-de-arvore-bloqueia-Rodovia-Heitor-Penteado-em-Campinas-20220819-0023.html


Video

Arvore cai na rod Heitor Penteado

https://www.youtube.com/shorts/VrcSmVwfSU0







Solicitação de informação pela lei de acesso á informação:
Protocolo 760/22

Pela lei de acesso à informação exponho e solicito: 

Sobre a queda de um pau ferro na rodovia Heitor Penteado dia 19/8/22. 

Solicitamos o que segue: 

1-Data do plantio da árvore 2-Como foi realizado o plantio. 3-Tipo de solo embaixo da arvore 3-Existe algum tipo de material que não seja terra, embaixo da arvore? 4-Quando foi feito o plantio, restou algum tipo de asfalto , concreto ou outro material naquele local? 5-Estudos feitos para embasamento do plantio em toda a extensão da Rodovia Heitor Penteado. 6-Qual foi o acompanhamento feito pelo DPJ nas árvores da rod Heitor Penteado desde o plantio? 7-Qual estado fitossanitario das arvores da rod Heitor Penteado? Da arvore que caiu e tambem das outras. 8-Laudo do motivo da queda, assinado por técnico competente. Obrigada

Resposta

LAI_760_2022_RESPOSTA_DPJ

https://pt.slideshare.net/resgatecambuiong/lai7602022respostadpj-2pdf

-Fotos dia 21/8/22






-Denúncia 26 -dia 18/8/22

Bosque

Denúncia no facebook questiona a necessidade de extração de árvores na entrada do bosque , em Campinas.

Alguém saberia dizer se isso era necessário?



Pedimos informações pela LAI:
Protocolo 761-22

Pela lei de acesso à informação solicito o que segue:

Laudo e autorização de extração de todas as arvores que se localizavam na entrada do bosque da av Aquidabã (foto do local no anexo) 

Obrigada 

Resposta mal educada do DPJ:

LAI_761_2022_RESPOSTA_DPJ.pdf

https://pt.slideshare.net/resgatecambuiong/lai7612022respostadpjpdf

Reclamamos da resposta no recurso:
Solicito mais educação nas respostas ao cidadão. Não foi feita um denúncia e sim um pedido de informação. Quanto ao gasto do erário público, ele não foi desnecessário pois o setor de arborização tem a responsabilidade sobre as árvores e tambem tem verba. Agradeço mesmo sendo uma resposta grosseira.



-Denúncia 25 -dia 30/7/22

No Instagran, denúncia APP Jardim Míriam.





Árvores cortadas numa APP? Pode isso, produção?

Sábado, 30 de julho, moradores das áreas próximas à APP (Área de Preservação Permanente) do Jardim Miriam puderam ouvir o barulho das motosserras na ação da CPFL, que cortou uma série de árvores que estavam logo abaixo dos fios da rede de energia elétrica. Foi um choque vermos nossas amadas árvores sendo derrubadas! 

Sabemos que este tipo de ação da CPFL só pode ser feita com autorização da Cetesb, em cumprimento à legislação que determina que nada seja plantado embaixo desse tipo de fiação. Por outro lado, sendo uma Área de Preservação Permanente, a faixa de 30 metros de cada lado do curso d'água deve ser preservada com árvores que protejam as nascentes e cursos d'água, especialmente nessa área em que a erosão tem aumentado perigosamente. 

Se é necessário que uma APP tenha árvores e se é necessário não ter árvores embaixo dos fios da rede de energia elétrica, temos aqui uma incoerência na instalação dessa rede na nossa APP. Dessa forma, o Coletivo Cuidadores da APP Jd Miriam vai solicitar à CPFL a imediata readequação desta rede de energia elétrica, passando por outros pontos que não a APP! Enviaremos ofício à Cetesb e à Secretaria do Verde e Desenvolvimento Sustentável solicitando esclarecimentos sobre essa incoerência e à CPFL solicitando a necessária readequação. 

Fique atento e acompanhe nossas reivindicações! Precisamos nos unir para proteger nossa APP!!!


-Oficio congeapa questionando- e a resposta

https://drive.google.com/file/d/1Lpvk1TRgLB8DbPAViReNUx_o40bDCaFX/view



-Denúncia 24 -dia 20/7/22

Vila Itapura -Rua 10 de.setembro 135. 

E não é a CPFL, é uma das empresas da RENOVA: MB






-Denúncia 23 -dia 16/7/22

CPFL faz podas detonadoras no Alphaville.








-Denúncia 22 -começo de julho 22

Denúncia de extração de duas árvores na Rua dos Alecrins 337



Enviada em: sábado, 16 de julho de 2022 
Para: info@resgatecambui.org.br
Assunto: Supressão

 

Boa tarde.

Duas árvores foram eliminadas na Rua dos Alecrins,  em frente ao numero 337, já há mais de 20 ou 30 dias. Uma jaqueira e uma outra, que não identifiquei.

Num caminhão sem nenhuma identificação foram jogados os troncos.

O "totem" da companhia de gás é recente (terceira foto). Teria alguma relação com a eliminação? 

Fotos 1 e 2 do "antes", do Google e foto 3, feita em 16/julho/2022:






Solicitamos informações pela LAI:
Prot 880/22

Pela lei de acesso a informação exponho e solicito o que segue:

Foram extraídas duas árvores da calçada da rua dos Alecrins 337 .

Solicito:

1-Laudo das duas arvores

2-Autorização das extrações

3-Responsavel pelas extrações

4-Destino e quantidade do material lenhoso

5-Quando e quais espécies serão replantadas nos dois locais onde houveram extrações .



-Denúncia 21 -dia 15/6/22

Rua Santa Cruz altura do 511, CPFL acaba com a árvore desnecessariamente....confiram no vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=i0RkrReJwZw


E não é de hoje que a CPFL age em desacordo com as leis , e o DPJ não fiscaliza e nem toma providências para que as leis sejam obedecidas...

CPFL não tem técnicos acompanhando o trabalho -veja https://www.youtube.com/watch?v=WuhYrfLAI0k - não tem documentação , apenas uma autorização genérica e sem fiscalização por parte do órgão responsável que é o DPJ. O Comdema já se manifestou contra essas podas: 0F COMDEMA 061-2021 Arborização https://drive.google.com/file/d/1IJJd3B_mYwjVaYVdrdp85rRbxTY1W8wX/view?usp=sharing Atitudes serão tomadas e a CPFL tem que ser responsabilizada supostamente ,no mínimo por crime ambiental, e a prefeitura pode ser corresponsável: Lei nº 9.605 de 12 de Fevereiro de 1998 Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências. Art. 49. Destruir, danificar, lesar ou maltratar, por qualquer modo ou meio, plantas de ornamentação de logradouros públicos ou em propriedade privada alheia: Parágrafo único. No crime culposo, a pena é de um a seis meses, ou multa.







Solicitamos informações pela LAI:

Pela lei de acesso a informação solicitamos o que segue:

Hoje pela manhã a CPFL realizou uma poda detonadora na rua Santa Cruz 511.

Video de 13 minutos de poda que comprova ter sido feita pela CPFL https://www.youtube.com/watch?v=i0RkrReJwZw .

Solicitamos as informações:

1-Laudo que justifique a necessidade de poda.

2-Autorização para podar arvores no domingo.

2.2-Custos desse serviço num domingo e num dia de semana.

3-Comprovação de técnico habilitado no local orientando o trabalho.

4-Comprovação de treinamento das pessoas que estavam podando a arvore na rua Sta Cruz dia 19/6/22 pela manhã.

4.1-Informações sobre as pessoas que estavam podando a arvore da rua Sta Cruz dia 16/9/22 pela manhã

4.1.1-nome, cargo e função

4.1.2-formação profissional

5-Autorização da CPFL para que essas pessoas fossem ate o local efetuar a poda.

6--Autorização do DPJ para a CPFL de 2/1/17 autoriza podas da CPFL sob alguns critérios, entre outros:

-Casos emergenciais

-Ações preventivas com necessidade de autorização prévia do DPJ elencando os endereços dos indivíduos arbóreos a serem podados acompanhados de laudo técnico florestal elaborado por profissional legalmente habilitado.

6.1-Essa poda do dia 19/6/22 não foi uma poda preventiva pois não podou e sim acabou com a árvore podando praticamente ela inteira.Sendo assim solicitamos a autorização prévia do DPJ elencando os endereços dos indivíduos arbóreos a serem podados acompanhados de laudo técnico florestal elaborado por profissional legalmente habilitado.



Dados do último inventário de 2022, que está em fase de finalização:

Oiti - Licania tomentosa

Totalmente íntegro no momento da avaliação

Valor dos serviços ambientais 443,92 reais anuais

Foi apenas recomendada uma poda de limpeza de galhos secos







Dados do inventário de 2017:

Espécie: oiti Nome científico: Licania tomentosa Altura: 9,5 m Altura 1a ramificação: 1,0 m CAP: 0,73 m Diâmetro da copa: 9,0 m Estado geral: bom, com alguns ataques leves de fungos, e raiz exposta e enovelada Recomendações de manejo: tomografia e controle fitossanitário




-Árvore em 31/8/22




-Denúncia 20 -dia 15/6/22

Chapadão, atrás da Igreja do Rosário.

Denúncia de poda recente pois ainda tem as serragens no chão.








-Denúncia 19 -dia 14/6/22

Rua Jorge Krug esquina com Barão de Atibaia

CPFL de novo...





-Denúncia 18 -dia 8/6/22 

Moradores questionam podas da CPFL no Jardim Chapadão em Campinas





Em Campinas, moradores questionam poda de árvores pela CPFL


A poda de diversas árvores da Rua Papa Pio XII, no Jardim Chapadão, pela CPFL Paulista, chamou a atenção de moradores do entorno, que questionaram a regularidade do corte. Segundo eles, o corte pode prejudicar as árvores e deveria ser realizado com o acompanhamento de um especialista. A CPFL justificou a ação afirmando que critérios técnicos foram adotados e seguidos e ainda que a poda foi necessária devido a riscos na rede elétrica. 

As espécies podadas ficam na extensão do número 99 ao 199 da rua. Foram feitos cortes no meio das árvores, mas, em algumas, de menor espessura, ficaram sem galhos e com pouco mais de dois metros de altura. 

https://correio.rac.com.br/campinasermc/em-campinas-moradores-questionam-poda-de-arvores-pela-cpfl-1.1250433




-Denúncia 17 -dia 8/6/22 

Bairro Castelo em Campinas.


CPFL acabando com as árvores de Campinas

https://www.youtube.com/shorts/C7pyh_5v3SQ 


CPFL acabando com as árvores no Castelo,em Campinas. Sem técnico responsável, sem técnica correta e com auência do DPJ que é o órgão responsável pelas árvores em Campinas. Rua Tenente Heraldo Egídio Castelo dia 8/ 6 /22






-Denúncia 16 -dia 7/6/22

Em 7/6/22 o Movimento Resgate Cambuí protocolou uma representação no Ministério Público sobre as podas realizadas no bairro Cambuí por supostas irregularidades e ilegalidades.



CPFL em Campinas executa podas radicais que detonam nossas árvores.

Em 7/6/22 o Movimento Resgate Cambuí protocolou uma representação no Ministério Público sobre as podas realizadas no bairro Cambuí por supostas irregularidades e ilegalidades.

 Representação podas no Cambuí divulgação_completo

https://drive.google.com/file/d/1KXLWWMdHFJ_zCWhd45RCAXqdc805jzpP/view

Arquivos no link:

https://1drv.ms/u/s!Ai9PERFku6cfgdlxikt1HYn6nMwYpg?e=kLHuyz



-Denúncia 15 -dia 6/6/22

Av Para Pio XII -poda CPFL




Comentário morador região:

Muitas árvores destruídas. 😢 O problema não é só estético, mas além de matar algumas árvores esse tipo de poda desestabiliza sua arquitetura e pode ocasionar futuras quedas. É terrível o que acontece aqui em Campinas, não somente com as árvores, mas outras espécies paisagísticas podadas inadequadamente. Uma tristeza! 🥹






-Denúncia 14 -dia 31/5/22

433 MUDAS DA BILD



A construtora Bild, que ergue vários empreendimentos na região do Santa Cãndida, colocou uma placa na cerca da obra da Rua Lauro Vanucci, dando conta que plantou, 433 mudas de árvores nativas, em contrapartida ao novo condomínio vertical.

Isto mesmo a precisão da Bild em afirmar que foram exatas 433 mudas por isso só coloca em dúvida a informação da empresa. No texto que pretender informativo, nem o local nem quando as mudas foram plantadas. O que também é questionado por moradores da região.

A atual presidente da Associação Amigos do Santa Cândida, Day Cardoso, reclama da política de contrapartidas adotada pelo poder público. “As contrapartidas deveriam ser aplicadas na região onde está sendo implantado o empreendimento. Nós temos várias situações aqui precisando de melhorias que poderiam ser resolvidas com essas contrapartidas como o caso do esgoto e recuperação de áreas verdes e praças”.

http://www.jornalaltotaquaral.com.br/noticia.php?cod=4484



-Denúncia 13 -dia 22/5/22

Araucárias destruídas em Sousas-CPFL e EMDEC

Av Antônio Couto de Barros / Rodovia Heitor Penteado antes do L`Office ,em frente ao clube Cultura e ETA Sanasa.

Atenção que são árvores protegidas pois estão na lista de espécies em extinção.







E o Congeapa enviou ofício ao secretário do Verde para providências:






-Denúncia 12 -dia 21/5/22 na Unicamp

Corte de árvores que embelezavam e davam orgulho ao morador de Barão Geraldo. Em frente à Unicamp.






E postagem com link da explicação da Unicamp, no Facebook


Deram uma "explicação" bem curta que não explica muito. Eu não sei se a informação sobre os flamboyants estarem condenados corresponde à verdade. Acho que alguns, sim. Depois, devem ter concluído que isso aconteceria com todos os flamboyants e que todos deveriam ser substituídos. Todas as árvores têm um ciclo de vida, mas é preciso carinho e cuidado na avaliação do que fazer com cada uma. A prioridade parece ser sempre o carro, ou qualquer outro veículo automotor. Acho que o fato dos ônibus baterem nos galhos era só o caso de cortarem os galhos mais baixos. Temos a ideia bastante controversa de que certas árvores não podem ocupar as margens de vias públicas. O flamboyant é a principal delas, por ter galhos que gostam de chegar perto do chão. Árvores grandes, todos os tipos delas, devem, pelas diretrizes viárias, serem substituídas por árvores pequenas, "mirradinhas". Parece até que a administração pública se interessa em computar apenas o número delas que plantou, número que vai divulgar para a população, considerando que já fez sua obrigação de plantar árvores, não importa o seu tamanho. Mangueiras estão sendo substituídas por quaresmeiras ("ah, mas a mangueira não é nem nativa"), figueiras ("seringueiras") por palmeiras, jequitibás e perobas-rosa por oitis e patas-de-vaca. Nossas companheiras frondosas, que nos protegiam do sol e devolviam a paz de espírito contra o stress urbano estão desaparecendo, nossas cidades estão cedendo à avaliação de "custo-benefício" dos nossos engenheiros de trânsito. Nem tudo é matemático, nem toda a argumentação deve obedecer aos critérios do que já existe em nossas cidades mal planejadas. Existem razões que a nossa razão desconhece e que nos dizem que queremos manter as árvores grandes, sim, apesar de todos os argumentos dos que têm compulsão por cortar árvores. Deveríamos estabelecer leis que obrigassem a consulta popular antes de cortar ou podar árvores, principalmente as mais queridas, que já fazem parte do nosso cotidiano, como os flamboyants em frente à Unicamp. "Imagina se pra cortar cada árvore a gente vai ter que conversar com a população, olha só o tempo todo que íamos perder!" Quanto amor uma árvore contém? Quantos abraços imaginários ou reais ela já não recebeu em vida? Quanto tempo ela demorou pra crescer e quanta admiração ela já não suscitou em sua vida? Por que não conversar sobre sua substituição com a população? Só queremos um pouco de consideração com nossas árvores.


-Denúncia 11- dia 12/5/22

Rua Guilherme da Silva 189/esquina com Júlio Mesquita  

https://drive.google.com/file/d/18jCv1N6amyMdY6SMVCu1aR_53o9dCSYY/view


Vídeo

https://www.youtube.com/watch?v=v7fVwNoi-L4






Dados do inventário realizado pelo Resgate Cambuí sobre as duas árvores (em finalização)

-A tipuana localizada mais próxima da esquina está com boa condição geral  apesar de ter uma poda em V e 50% da copa, porém não tem injurias na base ou raízes.



-A outra está um pouco pior , em condição regular. Possui oco aparente de aproximadamente 40% a 50%. Não possui corpo de frutificação.








-Denúncia 10 -dia 20/4/22

Rua Guilherme da Silva-Obra da QOPP

Secretaria do Verde não autorizou a extração dessa árvore, mas ela não foi mantida.

Agora temos que saber se houve o plantio de outra muda no mesmo local.





Obra na rua Guilherme da Silva , da QOPP, destruiu árvore que deveria ter sido mantida.

No licenciamento da secretaria do verde-protocolo











Protocolo 471/22-LAI

Pela lei de acesso á informação, solicitamos informações do DPJ no que segue:

1-Na rua Guilherme da Silva altura do nº 505 tem uma obra da QOPP e cujo licenciamento ambiental LAO  2021000622, não permitiu a retirada da árvore da calçada.

Mas mesmo assim a árvore foi destruida , conforme fotos nos anexos .

2-Solicitamos a informação se o DPJ deu autorização para eliminação dessa árvore.

2.1-Em caso negativo, qual será o encaminhamento que o DPJ dará pelo assunto, já que ele é o órgão responsavel pela arborização em Campinas?

Resposta Lai:

 LAI_471_2022_RESPOSTA_ARBO_DPJ

https://drive.google.com/file/d/16DYcLABrx_-BpG1ZMUkhnWgs2Kd6oxYJ/view?usp=sharing


Solicitamos recurso pela LAI pois a arvore não foi plantada no mesmo local da destruida.

LAI_471_2022_RECURSO_RESPOSTA_DPJ 

https://drive.google.com/file/d/1APNh9vkGjAtju_9m_q5V44NgMHNT3tbj/view?usp=sharing  


-Denúncia 9 - dia 19/4/22

Extração de árvore Rua Maria Monteiro esquina com Barreto Leme.



Denúncia recebida por vídeo
DPJ detona árvore  na Rua M. Monteiro

https://www.youtube.com/shorts/OrBq9yRXj00









Protocolo LAI 468/22

Solicitamos pela lei de acesso à informação:

Pela lei de acesso a informação solicito o que segue:

 -Laudo e autorização para retirada da arvore da rua M.Monteiro esquina com B. Leme.

2-Qual o estado do canteiro apos a extração

3-Medida do canteiro depois de refeito

4-Será plantada outra  árvore da mesma espécie nesse local?

Obrigada 

Resposta LAI:

LAI_468_2022_RESPOSTA_ARBO_DPJ

https://drive.google.com/file/d/1R5GsYhP-rCuy3PyO0rEC7hIzicFbBF6s/view?usp=sharing




-Denúncia 8- dia 19/4/22

Extração de árvore na Rua Coronel Quirino 1067, bairro Cambuí












Prot 467/22

Solicitamos pela lei de acesso à informação:

Pela lei de acesso a informação solicito o que segue:

 -Laudo e autorização para retirada da arvore da rua Coronel Quirino 1067-defronte o Starbucks

2-Qual o estado do canteiro apos a extração

3-Medida do canteiro depois de refeito

4-Será plantada outra  árvore da mesma espécie nesse local?

Obrigada 


-Denúncia 7-desde 2020

Figueira em Barão Geraldo .

População quer a árvore naquele local.

Teve poda e tem no local um futuro empreendimento e a prefeitura quer mudar o viário....



Atual





                                                            Como era


     



Em 2022:

Prefeitura e empresa dizem que não há indício de envenenamento na figueira

O secretário do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento sustentável, Rogério Meneses , informou que os agrônomos da Secretaria fizeram uma fiscalização na árvore figueira ou falsa seringueira (ficus elástica) que fica na Estrada da Rhodia 1966, fizeram estudos e não encontraram sinais de envenenamento ou de outras intervenções, como corte de raízes.

Segundo Rogério, assim que concluído, o relatório da vistoria será encaminhado ao DPJ (departamento de Parques e Jardins) para as atribuições legais, “por estar a árvore inteira na calçada de via pública“.

o.com/2022/02/10/prefeitura-e-empresa-dizem-que-nao-ha-indicio-de-envenenamento-na-figueira/?fbclid=IwAR1_i--tyUcaX-16Hmom_7d0EmMGLl86WoqXJvpU3SCsNMOSHgAbY1V56tw


Em 2021:

Moradores reclamam de poda em figueira na Estrada da Rhodia, em Campinas

6/5/21



Moradores do distrito de Barão Geraldo estão reclamando da poda de uma figueira que fica na Estrada da Rhodia, em Campinas. Segundo eles, a árvore tem mais de 50 anos e está prevista um novo corte. No final do ano passado, ela já havia tido troncos que estariam saudáveis cortados, disseram.


Em 2020:

Figueira centenária de Barão Geraldo será mantida8/12/20

A Figueira centenária localizada na Estrada da Rhodia, no distrito de Barão Geraldo, em Campinas, está dentro de um projeto de diretrizes viárias da Prefeitura para construção de um retorno no trecho. Quem garante é um dos proprietários do empreendimento Residencial Vila Flor, 

https://correio.rac.com.br/2020/12/campinas_e_rmc/1035878-figueira-centenaria-de-barao-geraldo-sera-mantida.html


-Denúncia 6 -dia 15/3/2

Rua monsenhor Rafael Roldan , 105 JD do trevo

Denúncia recebida de que foi o morador que destruiu a árvore.Vamos pedir informações ao DPJ ,através da lei de acesso à informação.




-Denúncia 5 - dia 6/3/22

Árvores sendo extraídas na Av João Mendes Jr.


Rua João Mendes Jr 376

Equipe estava extraindo árvores na calçada e dentro do imóvel nesse endereço.







-Denúncia 3 e 4 - dia 6/3/22

CPFL detonando árvores num domingo....

Ruas Barreto Leme altura do 1815 e Rua Guilherme da Silva defronte a casa ao lado do Aqua Brasil (quase esquina com a rua José G. Nogueira)

Atenção:

Sem autorização disponível para verificação pelo cidadão, sem técnico responsável e da área e deixando toda galharia e folhas espalhadas nas ruas e calçadas.

Confira o vídeo da poda da Barreto leme

CPFL poda 6/3/22 (DOMINGO)!!!!

https://www.youtube.com/watch?v=WuhYrfLAI0k

Rua Guilherme da Silva






Rua Barreto Leme








Solicitamos informações pela LAI:

Pela lei de acesso a informação expomos e solicitamos o que segue:

 Expomos:

Em 6/3/22 a CPFL executou podas no bairro Cambui em tese em desacordo com as legislações.

 Filmagem da poda sendo realizada na arvore da Rua Barreto Leme altura do 1815  , num domingo e sem acompanhamento técnico , fato confirmado no vídeo pelo funcionário, e sem recolher a galharia.

Link filmagem https://www.youtube.com/watch?v=WuhYrfLAI0k

 Solicitamos o que segue:

1-Quantas autorizações para podas o DPJ já forneceu à CPFL? Solicitamos cópias de todas.

2-Autorização do DPJ para a CPFL de 6/12/16 (anexo2) cita o Projeto de Lei 470/02, solicitamos cópia desse projeto de lei.

2.1-A autorização ordena que as podas devem seguir as especificações da legislação municipal e serem acompanhadas por profissionais legalmente habilitados.

2.2-Nessa poda da rua Barreto Leme do dia 6/3/22 que não tinha técnico acompanhando , qual o procedimento adotado pelo DPJ frente ao descumprimento de norma pela CPFL?

3-Autorização do DPJ para a CPFL de 2/1/17 (anexo 3) autoriza podas da CPFL sob alguns critérios, entre outros:

-Casos emergenciais

-Ações preventivas com necessidade de autorização prévia do DPJ elencando os endereços dos indivíduos arbóreos a serem podados acompanhados de laudo técnico florestal elaborado por profissional legalmente habilitado.

3.1-Essa poda do dia 6/3/22 foi uma poda preventiva pois o funcionário comprova isso na sua fala e assim solicitamos a autorização previa do DPJ elencando os endereços dos indivíduos arbóreos a serem podados acompanhados de laudo técnico florestal elaborado por profissional legalmente habilitado.

3.2-Endereços de todas as podas realizadas pela CPFL no bairro Cambuí no ano de 2022, com a descrição da equipe e/ou firma que executou os serviços.

4-No inquérito Civil 9440/13-MA (anexo 4) consta um envio de copia de documento do DPJ para a CPFL a fim que ela se adeque a normatização municipal vigente de manejo de arborização conforme preconiza o item 3 da mesma. Solicitamos:

4.1-Resposta da CPFL ao documento.

4.2-Cumprimento da adequação.


Poda CPFL-LAI Completa 536-22

https://drive.google.com/file/d/13f6dGdhBX07mw3nrJUuI5IqgUW7ZjI5q/view



-Denúncia 2 - janeiro de 2022

CPFL faz podas radicais no Colinas do Ermitage em Sousas, denuncia feita pelo Congeapa.

Poda CPFL Colinas Ermitage jan 22

https://drive.google.com/file/d/1_gUQw5IoQVrPwxc-qwWauwb_If4uxS6-/view

Documento resposta SEI da prefeitura






-Denúncia 1 - dia 28/1/2022

CPFL detona árvore no Jardim Europa.Denúncia facebook.


-Questionamento pela lei de acesso á informação-prot 138/22:

 Pela lei de acesso a informação solicitamos o que segue:

Foi denunciada uma poda radical no Jardim Nova Europa, Rua Bolivia esquina com Nicaragua. 

Foto esta no anexo.

Solicitamos :

1-Autorização para poda

2-Nome do responsavel que obrigatoriamente teria que estar acompanhando o serviço.

3- Laudo dos danos ocorridos à arvore devido a poda radical.

4-Penalidade imposta ao infrator.

Obrigada 


Respota-multa

LAI_138_2022_RESPOSTA_DPJ

https://drive.google.com/file/d/13Rd21pJ5XTdRfAF8t5Zbc13KDu8ONIga/view



E foram autuados, mas o danos já tinha sido feito...adianta???

https://pt.slideshare.net/resgatecambui1/dpj-arvore-n-europaresposta-lai


Mais uma , perfeita , exterminada .
Parabéns
CPFL e prefeitura
Rua Bolívia X Nicarágua, JD nova Europa



Você, Ricardo Ferrareto e outras 8 pessoas
1 comentário
6 compartilhamentos
Uau
Uau
Comentar




Compartilhar





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.