segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Macacos com parte do corpo amputada voltam à natureza em GO

Quatro exemplares de macaco-guariba (Alouata caraya), também conhecido como bugio, serão reintegrados à natureza neste fim de semana em Aragoiânia (GO), após passarem por reabilitação entre 2010 e 2011, devido a ferimentos causados por choques elétricos de redes de alta tensão.
É a primeira vez que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) realiza este tipo de experimento no estado.
Segundo o órgão, ligado ao Ministério do Meio Ambiente, um macaco-guariba macho teve uma das pernas amputadas, enquanto que os outros espécimes (todas fêmeas) tiveram a mão ou parte dela retiradas por conta da gravidade do ferimento.
O instituto afirma que o desenvolvimento urbano da Região Metropolitana de Goiânia começa a afetar o habitat destes animais, que encostam em fios de alta tensão ao pular de galhos.
Apesar da nova realidade, os primatas, que já eram monitorados e conviviam juntos em um ambiente preparado pelos técnicos do Ibama, serão libertados e acompanhados de perto por dez dias por uma equipe de biólogos e estudantes, que vão acompanhar a forma de locomoção dos primatas, como eles se alimentam e defendem o território onde passarão a viver. Após este período, o acompanhamento será mensal.
De acordo com o Instituto Chico Mendes (ICMBio), o macaco-guariba pode ser encontrado na Amazônia, no cerrado e no Pantanal. A espécie não é considerada ameaçada de extinção. (Fonte: Globo Natureza)

Esta reportagem encontra-se no site:

http://noticias.ambientebrasil.com.br/clipping/2012/01/07/78745-macacos-com-parte-do-corpo-amputada-voltam-a-natureza-em-go.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário