terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

DPJ tem a obrigação, o contrato, a verba e não cuida das praças...














DPJ tem a obrigação, o contrato, a verba e não cuida das praças...


Trecho do material da licitação que contratou a Colepav para cuidar das áreas verdes em Campinas., note que o valor só para 2018 é de R$ 45.323.994,24  :
Os serviços de manutenção das áreas verdes municipais deverão ser realizados de forma contínua durante todas as estações do ano, em conformidade com as orientações técnicas planejadas pelo DPJ com o objetivo de garantir durante todo o ano os seguintes aspectos: a) Segurança Pública; b) Estética Paisagística; c) Bem estar, saúde e ambiente saudável; d) Inibição de criação de depósitos de lixo e entulhoe) Minimizar a criação de vetores que transmitem doenças. A manutenção contínua de áreas verdes pode ser considerada uma extensão dos serviços de saneamento ambiental de todo o território municipal, sendo que no período das chuvas deverão ser enfatizados os serviços voltados à roçada da vegetação seguida de limpeza e remoção dos resíduos, enquanto que no período da estiagem o despraguejamento das áreas verdes será o serviço mais relevante. 2 - ESCOPO TÉCNICO A manutenção de áreas verdes de forma contínua tem o objetivo de proporcionar durante todo o período do ano condições favorável do ponto de vista ambiental e de saúde pública como também reduz as despesas com os serviços, uma vez que os locais recebem atendimento periódico com frequência programada conforme planejamento técnico do DPJ. As condições climáticas da região, típicas de países tropicais, com altos índices pluviométricos e alta umidade relativa dor ar, somado as características do solo na região, favorecem o crescimento de vegetação indesejável (mato) durante praticamente toda a época do ano justificando assim o conceito de manutenção contínua das áreas verdes municipais. Os serviços previstos apresentam características técnicas operacionais fundamentadas na realização de um conjunto de tarefas voltadas ao manejo adequado das áreas verdes municipais, passando pela formação de equipes especificas para executarem as diversas demandas existentes no setor



Processo Administrativo n.º 13/10/22929
Interessado :  Secretaria Municipal de Serviços Públicos
Modalidade :  Aditamento de Contrato
Termo de Contrato n° :   179/17
Contratada :   Colepav Ambiental Ltda.
CNPJ/CPF :   12.162.177/0001-73
Objeto :  Prorrogação por 12 meses a partir de 10/12/17
Valor :   R$ 45.323.994,24
Prazo :  12 meses
Assinatura :  07/12/2017




A falta de manutenção é histórica e a resposta do DPJ costuma ser sempre a mesma
..“O Departamento de Parques e Jardins (DPJ), da Prefeitura de Campinas, informou por e-mail que vai fazer uma vistoria no local para verificar as necessidades e incluir essa área de lazer no programa de reurbanização para 2017. A administração diz ainda que todas as áreas de lazer passam por manutenção periódica”..

Moradores cobram manutenção na Pedreira do Garcia31 de Janeiro de 2018 
http://www.portalcbncampinas.com.br/2018/01/moradores-cobram-manutencao-na-pedreira-do-garcia/


15th April 2016
18/03/2013 11h20 - Atualizado em 18/03/2013 11h21

Faixa chama atenção para abandono de praças na região central
23 de Fevereiro de 2015


Internauta denuncia falta de manutenção de praça em Campinas
18/03/2013

Comparação praças cuidadas pela prefeitura e pela iniciativa privada-20013
http://blogdolorenzetti.com.br/2013/11/14/campinas-uma-cidade-abandonada-pelo-descaso/


 

Um comentário:

  1. EXPEDIENTE DESPACHADO PELO SENHOR
    SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SERVIÇOS PÚBLICOS AUTORIZAÇÃO DE DESPESA
    Protocolo nº: 2013/10/22.929
    Interessado: Secretaria Municipal de Serviços Públicos
    Referência: Contratação de empresa para manutenção de áreas verdes.
    Diante da solicitação feita pelas empresas Colepav Ambiental Ltda. (fl . 11669/11670)
    e MB Engenharia e Meio Ambiente Ltda. (fl s. 11671/11672), da análise feita pelo
    Senhor Economista da Secretaria Municipal de Serviços Públicos indicam a ausência
    de impedimentos legais e que julgam procedente o reajustamento de preços a partir de
    27/11/2017, AUTORIZO o reajuste de 2,70% no valor global de R$ R$ 1.743.585,08
    (um milhão, setecentos e quarenta e três mil, quinhentos e oitenta e cinco reais e
    oito centavos), sendo que, R$ 1.223.747,84 (um milhão, duzentos e vinte e três mil,
    setecentos e quarenta e sete reais e oitenta e quatro centavos), em favor da empresa
    Colepav Ambiental Ltda., e R$ 519.837,23 (quinhentos e dezenove mil, oitocentos e
    trinta e sete reais e vinte e três centavos) em favor da empresa MB Engenharia e Meio
    Ambiente Ltda.
    PUBLIQUE-SE na forma da Lei.
    ERNESTO DIMAS PAULELLA
    SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SERVIÇOS PÚBLICOS
    http://www.campinas.sp.gov.br/uploads/pdf/15671018.pdf

    ResponderExcluir