quinta-feira, 18 de julho de 2013


PROESP diz que futuro será de 'caos'




Em matéria do Correio Popular (Doc 1) de 11/7/13 a PROESP afirma que o futuro será de "caos"
Veja no trecho e links abaixo

PROESP diz que futuro será de 'caos'

A presidente da Sociedade Protetora da Diversidade das Espécies (Proesp), Márcia Corrêa, avalia que a falta de uma política racional e projetada para o futuro, com parques e praças, áreas verdes, ruas largas,
áreas institucionais, proteção ciliar dos córregos e corpos d’água tem mostrado que a Campinas que se formaliza, no futuro será o de uma cidade feia, caótica e cheia de problema sociais e ambientaisinsolúveis. Para ela, o aumento das áreas urbanas sobre as áreas rurais, previsto nos projetos das macrozonas, vai beneficiar o setor imobiliário, mas com grande impacto aos nossos produtores de água, cada vez mais ignorado pelos gestores públicos, a destruição da terra e da água para pequenos produtores e o extermínio da desprezada fauna regional. “A pressão do setor econômico tem vencido a batalha do bom senso e do futuro desejado por todos, por uma cidade que seja de todos. Uma cidade voltada para o futuro, para o sempre e não para daqui a 10 anos.
 Há um consenso entre os estudiosos e gestores de cidades no País, de que a capacidade de controle do processo de uso e ocupação do solo municipal é extremamente frágil e, por esta razão, nossas cidades
crescem de forma desordenada e caótica”, afirmou.
 Os ambientalistas, disse, atribuem à baixa capacidade institucional local, a falta de um marco regulatório de controle do uso e ocupação do solo desenvolvido e adequado para garantir um desenvolvimento urbano
equilibrado. (MTC/AAN)
http://correio.rac.com.br/_conteudo/2013/07/capa/campinas_e_rmc/79299-macrozonas-revisao-veta-perimetro-urbano-maior.html

E Campinas , além do crescimento desordenado , não possui infraestrutura adequada nem para o que já está pronto e muito menos para novos empreendimentos.
A cidade deve ser vista como um todo e não por partes, pois os problemas são interligados.Uma região depende da outra.

Exemplos estão no anexo e tambem podemos citar a falta de drenagem e manejo das águas pluviais urbanas no bairro Cambuí, a falta de rede coletora de esgotos nos bairros Gramado e Santa Cândida, a falta de planejamento do viário e transporte coletivo, etc...
A nossa capacidade de suporte já não atende à cidade .


Em aula no Ministério Público de São Paulo com o promotor Dr José Carlos de Freitas, ele citou a possibilidade da sociedade fazer audiências públicas para , dentro do controle social, cobrar informações,planejamento, avaliação dos diversos temas da vida da cidade, etc...Para se chamar uma audiência pública, segundo o promotor, bastam 50 ou mais pessoas.

Segue abaixo material sobre o assunto e quem quiser pode enviar dados sobre os diversos bairros  que juntaremos e enviaremos num proximo email.
 

-Materia Correio Popular 21/2/13
"Se eles aprovaram os empreendimentos, deveriam ter feito um estudo do impacto que isso iria provocar.  http://correio.rac.com.br/_conteudo/2013/02/capa/campinas_e_rmc/32329-vias-saturadas-levam-caos-ao-swift.html 

-Artigo Correio Popular 3/5/13 (Doc 2)
Avante,Campinas-Rodolpho Schimidt
..Como podemos pensar em uma cidade, pensar em habitar sem pensar em produzir alimento, sem pensar em produzir água limpa...

-Blog Individuação  
...O promotor e coordenador de habitação e urbanismo do Ministério Público do Estado de São Paulo, Ivan Carneiro, é enfático. Diz que as empresas, sim, precisam crescer, mas desde que seja de forma ordenada. “O adensamento excessivo das cidades causa congestionamento, perda de qualidade de vida, impermeabilização do solo e aumenta o número de tragédias.” Na extensa lista de problemas que causam as enchentes em São Paulo, por exemplo, a falta de áreas verdes na zona urbana – que permitem a infiltração da água – e o excesso de edificações – que, por outro lado, diminuem a permeabilidade do solo – são apontados como agravantes. “Se São Paulo está esse caos é porque o poder público foi ineficiente”, afirma o promotor de habitação de uma grande cidade do interior paulista, que diz que a atuação do MP em outros municípios visa evitar que os problemas que já existem nas grandes metrópoles não se repitam....
.... “Todo prefeito quer mostrar que a cidade cresceu no seu mandato, mas isso tem um custo para a sociedade”, afirma Carneiro, acrescentando que o poder público erra ao ser pressionado pelas empresas e acaba concedendo licenças que não deveria. “Há uma ganância excessiva do lado das empresas e ineficácia do órgão público. Quem deveria frear é a prefeitura, quando ela não faz isso, o MP tem de agir”, diz o promotor da cidade paulista...


-Sobre Plano Local de gestão da Macrozona 7, seguem vídeos, artigos e discussões:   http://blog.individuoacao.org.br/search?q=macrozona
-Prosseguimento aos trabalhos de discussão sobre o Plano Local de Gestão da MACROZONA 7   http://blog.individuoacao.org.br/2012/11/macrozona-7.html


-Estatuto da Cidade
 Art. 1o Na execução da política urbana, de que tratam os arts. 182 e 183 da Constituição Federal, será aplicado o previsto nesta Lei.
Parágrafo único. Para todos os efeitos, esta Lei, denominada Estatuto da Cidade, estabelece normas de ordem pública e interesse social que regulam o uso da propriedade urbana em prol do bem coletivo, da segurança e do bem-estar dos cidadãos, bem como do equilíbrio ambiental


-Lei 11.445 de 5/1/07
Art. 3o  Para os efeitos desta Lei, considera-se:
d) drenagem e manejo das águas pluviais urbanas: conjunto de atividades, infra-estruturas e instalações operacionais de drenagem urbana de águas pluviais, de transporte, detenção ou retenção para o amortecimento de vazões de cheias, tratamento e disposição final das águas pluviais drenadas nas áreas urbanas;


-Serie :Videos Macrozonas:

Concidade-Apresentação Planos Macrozona 7 (1/9) http://www.youtube.com/watch?v=3_BMDgxMM-I
Macrozona 7-População se manifesta- (13/11/12) 1/23 http://www.youtube.com/watch?v=xmCbPm8iceE
Estudos macrozona 7 -apresentação pública 24/9/12  (1/6) http://www.youtube.com/edit?video_id=ZIJJwsgZEGo&video_referrer=watch&ns=1
Macrozona 8-audiência 5/11/12 (1/14) http://www.youtube.com/watch?v=0vy531K4Z7U
Macrozona 8-audiência 28/09/2012 (1/3) http://www.youtube.com/watch?v=UB0dFCOWIsM
MZ8-area Fazenda Rosario/Samabaia 1/2 http://www.youtube.com/watch?v=k9-P0dKauB4
Falta de transparência da prefeitura nas audiências 1/5 http://www.youtube.com/watch?v=RQM6Q5DD3DM
Audiência Pública MZ9 1/9  http://www.youtube.com/watch?v=eruzMQ_ULnA

Macrozona 9 - Manifesto Popular II  http://www.youtube.com/watch?v=-I7YHpT4YkA
PLG - Macrozona 5 - Campinas  http://www.youtube.com/watch?v=PMIp58dsZtw

Movimento Resgate o Cambuí

Depto de comunicação


Nenhum comentário:

Postar um comentário