quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Faltam 2,5 mil lixeiras no Centro de Campinas - SP

Campanha emergencial de dezembro apenas atenuou drama enfrentado pelos campineiros


Inaê Miranda

DA AGENCIA ANHANGUERA

15/01/2012


Quem anda pelas principais ruas e avenidas de Campinas, muitas vezes, é obrigado a levar lixo para casa. A falta de lixeiras é um problema antigo da cidade, que parece está longe de ser resolvido.
Apenas na região do Centro expandido — que compreende bairros como Cambuí, Vila Industrial, Botafogo, Proença e Guanabara — o déficit é de 2,5 mil lixeiras púbicas, segundo levantamento da Secretaria de Serviços Públicos.
No finalzinho do ano passado, o Correio Popular foi às ruas para conferir as dificuldades do cidadão.


Tempo de decomposição dos materiais:

Alumínio 200 a 500 anos

Goma de mascar 5 anos

Embalagens longa vida até 100 anos

Embalagens pet mais de 100 anos

Filtros de cigarros 5 anos

Papel e papelão Cerca de 6 meses

Fonte: Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo


Para continuar lendo a matéria clique aqui

2 comentários:

  1. Há anos instalei e mantenho uma lixeira em frente ao meu escritório. Ela retira diariamente um volume razoavel de lixo que poderia ter sido jogado no chão e ter como destino entupir bocas de lobos... A opção que encontrei, durável e de preço baixo, é http://www.greencicla.com.br/produtodetalhe.asp?Produto=174&Categoria=&ProdutoNome=Lixeira%20Aramada%20Meia-Lua%2010

    ResponderExcluir
  2. Tambem temos uma instalação simples e funcional.
    Um lixo plastico bem baratinho, preso no poste por um fitilho.Todos os dias ele fica cheio de lixo e a nossa calçada fica limpa.

    ResponderExcluir