quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Membros do Comitê de Solidariedade às vítimas de áreas contaminadas visitaram o Aterro Mantovani em Santo Antonio de Posse – Sp.

Por Tiago Fernandes de Lira

No dia 20 de novembro retomando as atividades do Comitê de Solidariedade ás vítimas de áreas contaminadas, ocorreu reunião informal, entre os membros do comitê de solidariedade e moradores do entorno do aterro Mantovani.
Os membros do comitê realizaram uma incursão até área do aterro, onde puderam apurar que diversas toneladas de produtos químicos continuam ao ar livre, sem nenhum manejo! Já se passaram 37 anos e a impunidade continua! O grupo formado pelo ativista José Luis Viera Muller que é atual presidente do Instituto jequitibá, por Tereza Penteado perita judicial ambiental e presidente do movimento Resgate Cambuí, pela estudante de Biologia Lilian Sikorski, e pelo ativista e fotógrafo de ecologia Tiago Lira. Após visitar o local de forma clandestina o grupo percebeu que nada ou quase nada foi realizado nos últimos anos para que a área fosse recuperada.
O fato de que toneladas de lixo químico continuam ao ar livre, e que é permanente o brotamento de borra do solo, e que milhares de litros de resíduos de petróleo formam uma piscina química em plena área de produção rural, demonstra o desinteresse das autoridades em punir as grandes corporações!

Nenhum comentário:

Postar um comentário